You Are Here: Home » Expressando gostos e preferências

Expressando gostos e preferências

Se tem uma coisa que impressiona qualquer aplicador do Celpe-Bras é ouvir um candidato falar do gosta e do que não gosta com desenvoltura e naturalidade.

Sabendo disso, nós selecionamos para você muitas, muitas expressões que vão tornar essa tarefa muito mais simples.

Com ele você poderá falar sobre seus gostos e suas preferências com segurança e naturalidade, quase como um nativo!

Se você ama algo ou alguém
– Eu amo feijoada.
– Eu adoro viajar de trem.
– Eu sou louco por Roberto Carlos.

Se você gosta muito de algo ou de alguém
– Eu sou amante* de chocolate.
– Eu gosto muito de nadar.
– Eu gosto muito de Elvis Presley.

Se você gosta de algo ou de alguém
– Eu gosto de cozinhar.
– Eu gosto da sua mãe.
– Eu curto ir à praia. (Informal)

Sendo indiferente
– Eu não me importo de fazer o trabalho doméstico.
– Eu não estou nem aí (Informal) / Tô nem aí (informal).

Em resposta a uma pergunta se você gosta de alguma coisa ou não, você pode dizer:
– Dá no mesmo pra mim. /Dá no mesmo.
– Tanto faz / Tanto faz pra mim / Pra mim, tanto faz.

Se você não gosta de algo ou de alguém
– Eu não gosto de Mariana.
– Eu não curto música clássica. (Informal)
– Eu não gosto muito de lavar louça.
– Eu não sou muito de beber cerveja.
– Eu não sou fã de dormir tarde.
– Eu não aprecio muito golfe.
– Eu não vejo graça em futebol.

Se você realmente não gosta de algo ou de alguém
– Você gosta de acarajé?
De jeito nenhum!
– Eu não suporto minha sogra!
– Eu odeio filas!
– Eu detesto minha vizinha!

Atenção!
*Amante é uma palavra de duplo sentido no português brasileiro. É preciso ter cuidado com ela. Geralmente quando se fala em amante, a ideia que vem à cabeça de um brasileiro é “uma pessoa que tem relação amorosa com outra fora do casamento”:


– Ele é amante de vinhos. (Ele é apreciador de vinhos)
– Marta é amante de Roberto. (Marta não é esposa de Roberto!)


Learn Brazilian Portuguese online with our free lessons